sexta-feira, 6 de julho de 2018

Brasil eliminado nas quartas de final pela Bélgica. E agora?




Para quem acompanha meu blog, já deve saber que não torço para a seleção brasileira por n motivos. Mas como falei também por aqui estou acompanhado os jogos com neutralidade.  E hoje esse resultado serviu para calar muitas bocas por aí.

1º - Diziam que se o Brasil não vencesse a copa seria uma tragédia: Simplesmente ignoraram as outras seleções achando que só o Brasil sabe jogar futebol.

2º - Subestimaram a seleção belga: Diziam que era seleção de videogame, ironizavam quando falavam que essa geração era forte. E hoje foi provado. Um time com De Bruyne, Hazard e Lukaku dizer que é fraco, só quem não conhece futebol diz tamanha bobagem.


E sobre o jogo em si, os 3 principais jogadores da Bélgica jogaram muito bem. Hazard, só paravam ele na falta. Mas claro que isso não significa que já estão na final, até porque o adversário que irão enfrentar é só a França de Mbappé e outros jogadores de qualidade.

E quanto ao Brasil, acho que o Tite deve continuar. Embora tenha que rever seus conceitos, e não convocar alguns jogadores que fracassaram nessa copa. Mas demiti-lo agora seria burrice.

domingo, 24 de junho de 2018

Análise das seleções ao término da 2ª rodada

Hoje foi completada a 2ª rodada dos grupos, e aqui venho fazer uma análise sobre cada seleção.

Grupo A

Rússia: Surpreende até aqui a participação russa na Copa, já garantida nas oitavas, fez boas atuações contra Arábia Saudita e Egito. E pode sim surpreender e chegar ao menos até as quartas, embora seu cruzamento nas oitavas não seja nada fácil.

Arábia Saudita: Foi amassada pela Rússia no início, contra o Uruguai fez uma partida digna apesar de ser derrotada. Mas não se esperava algo muito diferente deles nessa copa.

Egito: Tinha a esperança de Salah dar forças para que a seleção chegasse ao menos nas oitavas, mas não teve forças para vencer Uruguai e Rússia e foi eliminado.

Uruguai: Classificou como se esperava, mas com uma atuação abaixo do que se esperava. Se não melhorar corre risco de já cair nas oitavas.


Grupo B 

Portugal: Como conjunto esteve mal, mas tem um craque que está resolvendo as coisas. Cristiano Ronaldo resolveu levar a sério o Mundial e está fazendo um gol atrás do outro. Por causa dele, Portugal pode alçar vôos maiores.

Espanha: Da força da equipe todo mundo sabe, só não sabíamos como chegariam depois da turbulência da saído do técnico dias antes de começar a copa. E a resposta foi positiva, com uma boa atuação diante de Portugal, embora tenha sofrido para vencer o Irã. Mas ainda tem chances para pelo menos chegar às quartas de final.

Marrocos: Teve o azar danado de perder o jogo contra o Irã no último minuto de jogo com um gol-contra. E depois apesar de dar trabalho, não conseguiram segurar CR7 que fez o gol da vitória. E agora tenta com a Espanha fazer uma atuação digna.

Irã: Ao contrário do Marrocos, eles tiveram a sorte de ter o gol no último minuto no primeiro jogo. Já no segundo fez um grande atuação contra a Espanha, mas não conseguiu evitar a derrota. Mas ainda luta pela classificação, precisando de uma improvável vitória sobre Portugal.


Grupo C

França: Começou capengando contra a Austrália mas venceu, já contra o Peru teve uma grande atuação no primeiro tempo e mereceu a vitória contra os peruanos. E com o time que tem deve chegar ao menos as quartas, mas com grande chance de alcançar o título.

Austrália: Não fez feio contra a França, mas acabou derrotada. E contra a Dinamarca foi irregular, foi dominada no primeiro tempo, e teve o domínio no segundo. O empate foi o resultado que traduz o que foi o jogo. E tem chance de classificação, basta vencer o Peru e torcer para a França vencer a Dinamarca.

Peru: Jogou muito bem contra a Dinamarca, mas deu azar de o goleiro Schmeichel estar num ótimo dia, e de quebra pegou uma Dinamarca oportunista que a derrotou. Contra a França era sabido que seria muito difícil e foi, no primeiro tempo a França dominou o jogo. No segundo tempo teve algumas oportunidades, mas não conseguiu aproveitá-las.

Dinamarca: Se tem uma palavra perfeita para a Dinamarca no jogo contra o Peru,  é "cirúrgica". Nas poucas chances que teve no jogo, foi letal. Já contra a Austrália foi irregular, mas pelo seu bom primeiro tempo conseguiu arrancar um ponto. E agora depende de suas próprias forças para avançar às oitavas, basta empatar ou até mesmo perder, desde que a Austrália não vença seu jogo.


Grupo D

Argentina: O que falar da Argentina? Está uma zona! Atuações ridículas, Messi sumido em campo. E ainda assim deu sorte de ainda estar viva, graças a ajuda da Nigéria. Se bem que pelo que tem jogado, não sei se consegue vencer os africanos.

Islândia: Começou surpreendente, mas depois foi surpreendida. Fez uma atuação sólida diante da Argentina, mas foi dominada pela Nigéria. Ainda assim tem chances de se classificar, deve vencer a Croácia e torcer para a Nigéria ser derrotada por um número de gols inferior ao seu saldo.

Croácia: Já classificada, só cumpre formalismo na última rodada.  Venceu a Nigéria com alguma facilidade, e teve uma atuação soberba contra a Argentina. Só uma hecatombe tira o primeiro lugar da Croácia. Promete dar trabalho nas fases mata-mata.

Nigéria: Começou decepcionante, depois ganhou esperança.  Depois de uma partida técnicamente abaixo contra a Croácia, fez uma partida muito interessante contra a Islândia vencendo com autoridade. Depende de suas próprias forças para classificar.


Grupo E

Brasil: Bem abaixo do que se espera. Jogou mal contra a Suiça, e foi um pouco melhor contra a Costa Rica. Deve passar desse grupo, mas tem que melhorar muito se realmente quer ficar com o título.

Suiça: Dentro das suas aspirações, tem ido bem. Fez um bom jogo contra o Brasil e contra a Sérvia. Na última rodada basta ganhar seu jogo para se classificar.

Costa Rica: Decepcionante, depois de uma campanha histórica em 2014. Dessa vez veio só para cumprir tabela.

Sérvia: Começou bem, mas vacilou depois de estar vencendo, deixando a Suiça virar. Agora precisa de uma vitória contra o Brasil para seguir na competição.


Grupo F

Alemanha: Começou irreconhecível, sendo derrotada pelo México. Mas ressurgiu das cinzas contra a Suécia e basta uma vitória para se classificar, dependendo dos resultados pode inclusive ser a líder do grupo. Com a força que tem, até as quartas pelo menos deve chegar.

México: Surpreendente campanha, com 2 vitórias em 2 jogos. E ainda assim não está classificada. Precisa no mínimo empatar para garantir classificação, caso seja derrotada será eliminada.

Suécia: Começou ganhando mas sem grande destaque, contra a Alemanha jogou bem mas foi superada. Embora ainda tenha chance de se classificar, deverá vencer o México para alcançar as oitavas de final.

Coréia do Sul: Praticamente eliminada, foi superada pela Suécia. E apesar de não ter jogado mal contra o México, não conseguiu evitar a derrota. Precisa de um milagre para se classificar, deve vencer a Alemanha por 2 gols de diferença e torcer para o México vencer seu jogo.


Grupo G

Bélgica: Entrou na competição como sensação e não está decepcionando. Ganhou tranquilamente dos seus adversários e faz confronto direto com a Inglaterra para decidir a liderança do grupo.  É uma seleção forte que pode chegar longe.

Panamá: Saco de pancadas do grupo, é uma seleção quase amadora. Seu grande feito foi fazer um gol contra a Inglaterra.

Tunísia: Fez um bom enfrentamento diante da Inglaterra, mas foi goleada pela Bélgica e já está eliminada.

Inglaterra: O English Team veio com desconfiança, mas até o momento está agradando. Fez uma partida regular contra a Tunísia e passou por cima de Panamá. Seu grande desafio é a Bélgica na próxima rodada, quem vencer será líder.  Dependendo das circunstâncias, dessa vez a Inglaterra pode chegar pelo menos até as quartas.


Grupo H

Polônia: Decepcionante. Foi insossa contra Senegal, e levou uma surra da Colômbia.

Senegal: Depois de uma grande vitória diante da Polônia, teve um frustante empate com o Japão onde pode pagar caro sendo eliminado. Agora precisa pelo menos empatar diante da embalada Colômbia para se classificar.

Colômbia: Foi surpreendida pelos japoneses, apesar de ter sido prejudicada pelo jogador a menos que teve desde o início de jogo. Mas se recuperou com uma grande atuação goleando a Polônia, agora precisa vencer Senegal para seguir a diante na competição.

Japão: Boa surpresa! A vitória no primeiro jogo e o empate no segundo deram grandes esperanças de classificação. E em ambos jogos tiveram boa atuação, e agora precisam de no mínimo um empate para classificar.

segunda-feira, 2 de abril de 2018

Candidatos a Copa do Mundo 2018

Minha base de análise são os últimos amistosos das seleções e os destaques de suas seleções.


FAVORITOS


Brasil

Brasil ao contrário da última copa que teve o status de favorita mais pela mídia do que pelo futebol mostrado em campo. Dessa vez o seu favoritismo se sustenta, Tite deu uma outra cara para seleção, todos estão mais experientes e confiantes. A seleção mostrou que sabe jogar mesmo sem o Neymar, mas claro que ele é o diferencial.


Alemanha

Alemanha permanece como uma das favoritas, com um time modificado em relação a última copa. Ainda assim tem conseguido aliar a experiência de alguns jogadores mais rodados como: Muller, Kroos e Hummels com a juventude de promissores jogadores como: Draxler, Werner e Kimmich.


Espanha

Espanha parece ter reencontrado seu bom futebol. Assim como Alemanha, tem mesclado jogadores experientes com jogadores com pouca bagagem na seleção. Iniesta ainda é o maestro desse time, Isco vem jogando muito bem, ainda tem um goleiro que passa segurança lá atrás, o De Gea.




CORREM POR FORA

Argentina

Argentina é uma incógnita, pelo menos no momento não vem mostrando um futebol para ser postulante ao título.  Parece que o técnico está perdido em suas escolhas, jogando toda a responsabilidade para o Messi, como se os outros não tivessem importância. Sendo assim tudo depende dele, se ele estiver num grande momento a Argentina pode ir longe.

França

França para muitos deveria estar entre as favoritas, pelos jogadores que têm a disposição. Porém parece que o França como conjunto não consegue mostrar toda sua força, foi visível nesses últimos amistosos. Ao meu ver o problema é o técnico que parece não estar ao nível dos jogadores. Mas mesmo assim tem jogadores talentosos como: Mbappé e Griezzman que podem decidir.



PODEM SURPREENDER

Uruguai

A seleção uruguaia é conhecida por sua garra, e tem dois atacantes com a qualidade que poucas seleções tem: Cavani e Suárez. A defesa ainda tem incansável Godin e no meio jogadores de pouco renome mas que tem apresentado um futebol interessante.

Bélgica

A famosa geração belga muito falada pela imprensa, tem bons jogadores como: Hazard, De Bruyne, Lukaku, entre outros. O que pesa contra a seleção belga é a pouca tradição em Copas do Mundo.

Colômbia

Colômbia já vem de uma boa copa no Brasil, e pode repetir essa campanha ou até ir além nessa copa da Rússia. Os destaques da seleção estão do meio para frente com o habilidoso James Rodríguez e o atacante goleador Falcão Garcia.

Inglaterra

Talvez a seleção mais contestada dessa lista. Mas a mim parece ter um sistema defensivo forte, além de um centroavante matador, Harry Kane. Sendo efetiva a seleção inglesa pode ir mais longe do que imaginem.

Portugal

Embora em 2016 tenha conseguido o seu primeiro título europeu, não parece ser uma seleção confiável. Porém temos a grande estrela: Cristiano Ronaldo que pode fazer a diferença.



POSSÍVEIS DECEPÇÕES

Rússia

O que vimos da Rússia nos últimos amistosos pode não ser suficiente para ao menor chegar às Oitavas de Final, o que seria um vexame como a 2ª seleção local a cair na primeira fase.

Argentina

Assim como pode surpreender pode ser a grande decepção dessa copa, pois com o time desorganizado num grupo complicado pode acabar saindo já na fase de grupos, o que seria um vexame histórico.

quarta-feira, 28 de março de 2018

Motivos para não torcer para a seleção brasileira

Meu primeiro contato com a seleção brasileira, foi em 1998 na final diante da França. Por algum motivo, talvez até meio besta mas torci para França. Há cada vez que eles faziam um gol eu saía gritando para comemorar. Depois em 2002 não me recordo se torci para alguma seleção, acho que não. Em 2006 torci para França contra o Brasil. Em 2010 torci para Holanda diante do Brasil e em 2014 fiquei neutro apenas assistindo a copa.

1º Motivo: Se acharem os maiorais

Em 2006 o time entrou achando que iria ganhar ao natural sem fazer esforço, mas a França deu um banho de bola, o que me deixou bastante satisfeito. 2014 aconteceu a mesma coisa, embora dessa vez não comemorei o vexame da seleção.

2º Motivo: Convocações absurdas

Acho que em todas as copas são chamados jogadores que não se justificam estarem entre os convocados. Em 2010 depois de o Brasil levar a virada da Holanda, ao olhar para o banco não tinha ninguém capaz de mudar a história do jogo. Mesmo não indo muito com a cara de Ganso e Neymar (pelo motivo acima), não dá para esconder que eles estavam jogando muito bem naquele momento.
 E Nessa copa de 2018 pode ir pelo mesmo caminho, com a teimosia de o Tite não levar Luan e Arthur (dois grandes jogadores em grandes momentos).

3º Motivo: Corrupção da CBF

Sinceramente por mais que se saiba de quão corrupta é a confederação, não é por este motivo que não torço para a seleção. Porque se for pensar por esse lado, qual federação que não é?  A AFA é tão suja quanto. E a FIFA então, nem se fala.


Agora falando de Copa do Mundo, teve um período que torci pela França. Sei lá gostava de alguns jogadores daquela seleção, a de 2006 me encantou com o futebol jogado. Uma pena não ter vencido aquela copa. Na Copa de 2010 torci pela Holanda por ter um futebol mais bonito, e por não gostar de alguns nomes daquela seleção, inclusive o técnico. E nessa de 2018 sinceramente, torcerei pelos jogadores do Grêmio que forem convocados, ou seja torcerei para eles irem bem e não para a a seleção.

Mas mesmo que eu não torça para ninguém, assistirei cada jogo dessa copa (se puder). Porque para mim a Copa do Mundo é o maior torneio de futebol do mundo. Adoro essa idéia de nações se enfrentarem, e sem dúvida teremos vários jogadores de muita qualidade nessa copa.

domingo, 25 de fevereiro de 2018

Campeonato Alemão, o campeonato mais previsível do Mundo

Um campeonato que antes do começo já tem um campeão, o Bayern. Tirando alguns poucos anos que o Borússia Dortmund fez um muito bom time e conseguiu ser campeão, os demais são sempre do Bayern, e detalhe: com uma diferença absurda de pontos para o 2º colocado.

O mais interessante é que um campeonato sem o Bayern, seria um dos campeonatos mais disputados do Mundo.

Mas e por que essa disparidade tão grande? Com certeza o dinheiro conta muito nesses casos.  Pois o Bayern pode comprar qualquer destaque dos demais clubes alemães, além de poder brigar por um jogador contra clubes espanhóis e ingleses. Os outros já tem um poder de aquisição bem menor.  Aqui falo do campeonato alemão, mas o francês está no mesmo caminho com o PSG dominando completamente, também por causa do dinheiro.

E temo pelo nosso campeonato, que por dinheiro recebido da televisão e patrocinadores, Flamengo e Corinthians tem muito mais poder de investimento, e também o Palmeiras bancado por um banco.  Mas pelo menos até o momento não tem refletido tanto no campeonato, e espero que continue assim. Pois o dia que um time vencer um campeonato com a mesma diferença de que o Bayern vence o Campeonato Alemão, acabou o Campeonato Brasileiro.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Breve comentário sobre o VAR

Ao meu ver é um acerto o uso do vídeo em lances polêmicos, vai servir para minimizar injustiças que acontecem no campo de futebol. Nos dois jogos da decisão da Recopa Sul-Americana, foi usado o recurso com perfeição. Eu sou a favor da tecnologia no futebol, quanto mais acabar com erros que prejudiquem os campeonatos, melhor.  Imaginem como a história do futebol mudaria com esses recursos, quantos campeões diferentes teríamos se eles fossem usados há muitos anos atrás?  A tecnologia tá aí para ser usada 😉